Conecta Piauí

Notícias

Colunas e Blogs

Outros Canais

Piauí concede crédito em linha voltada para inclusão de pessoas com deficiência

A iniciativa é liderada pela Agência de Fomento e Desenvolvimento do Piauí em parceria com a Seid
Redação

O estado do Piauí deu mais um passo significativo em direção à inclusão social e econômica ao conceder o primeiro crédito voltado exclusivamente para pessoas com deficiência. A iniciativa, liderada pela Agência de Fomento e Desenvolvimento do Piauí (Badespi), em parceria com a Secretaria para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), visa promover a inclusão por meio da linha de crédito e microcrédito denominada "Fomento Inclusão".

Umas das primeiras beneficiárias do programa é Rosa Resende, mãe atípica e uma empreendedora no setor de comércio varejista de artigos de vestuário do município de Teresina. Com os recursos concedidos, ela poderá investir em seu negócio, expandindo as operações e melhorando a competitividade no mercado.

Foto: AscomPiauí concede primeiro crédito em linha voltada para inclusão de pessoas com deficiência
Piauí concede primeiro crédito em linha voltada para inclusão de pessoas com deficiência

"Agradeço à Badespi por essa oportunidade. Esse crédito será fundamental para que eu possa expandir meu negócio. Foi rápido e vai me ajudar muito no meu trabalho”, disse Rosa Resende a empreendedora.

A linha de crédito "Fomento Inclusão" tem como objetivo fomentar atividades produtivas, sejam elas formais ou informais, e é acessível tanto para empreendedores experientes quanto para aqueles que estão iniciando suas trajetórias no mundo dos negócios.

"Estamos extremamente orgulhosos de lançar esta linha de crédito inovadora e inclusiva. Nosso objetivo é criar um ambiente de negócios onde todos tenham as mesmas oportunidades de sucesso, independentemente de suas condições físicas. Acreditamos que a inclusão é um pilar essencial para o desenvolvimento sustentável do nosso estado," afirmou Feliphe Araújo, presidente da Badespi.

A cabeleireira Maria Marcionilia também é mãe atípica e conseguiu o recurso para investir em seu negócio e contribuir para o sustento da família.

"Eu tenho uma filha especial e sou cabeleireira. Eu precisei de uma linha de crédito voltada para agregar mais recursos para o meu trabalho e consegui aqui na Badespi. Aqui, você não precisa de avalista nesta linha, não encontrei dificuldades e é muito rápido com juros baixos. Esse dinheiro vai trazer muitos benefícios para minha empresa e me sinto livre para trabalhar. Isso é muito satisfatório!", agradeceu a empreendedora.

Público-alvo

O público-alvo são as pessoas com deficiência que sejam: microempreendedores individuais (MEI), autônomos e profissionais liberais, sem restrições financeiras.

Também poderão acessar a linha de crédito parentes em primeiro grau (pai e mãe), curador e cônjuge, desde que seja comprovado que a pessoa com deficiência depende financeiramente do familiar em questão.

Tópicos

Comente