Conecta Piauí

Notícias

Colunas e Blogs

Outros Canais

Bebê recém-nascida é encontrada em sacola plástica no lixo de igreja em Teresina

Criança ainda estava com cordão umbilical e apresentava sangue, como recém 'arrancada' da placenta

Uma bebê recém-nascida foi encontrada abandonada em uma sacola plástica no lixo da Igreja São João Batista, no Parque Piauí, em Teresina, na tarde desta quarta-feira (12/06). A descoberta foi feita por fiéis que estavam prestes a iniciar uma celebração quando foram alertados sobre o bebê no canto da igreja. A bebê ainda estava com o cordão umbilical e apresentava sinais de sangramento, como se tivesse sido recentemente 'arrancada' da placenta.

A enfermeira obstetra Ana Cláudia Resende, que estava de plantão no hospital para onde a bebê foi levada, relatou ao Conecta Piauí que a equipe de enfermagem e o pediatra prestaram os primeiros cuidados imediatamente após a chegada da criança.

"Realizamos todos os procedimentos necessários para estabilizá-la. Agora, ela está internada e aguardando exames para verificar a presença de infecções ou outras condições de saúde", explicou Ana Cláudia. A bebê está sendo submetida a uma série de triagens e sorologias devido à falta de informações sobre a mãe e o pré-natal, se é que houve algum acompanhamento durante a gestação" relatou.

Foto: ReproduçãoBebê recém-nascida é encontrada em sacola plástica no lixo de igreja em Teresina
Bebê recém-nascida é encontrada em sacola plástica no lixo de igreja em Teresina

O Conselho Tutelar e a polícia foram acionados e já estão envolvidos nas investigações para identificar a mãe e entender as circunstâncias que levaram ao abandono. A prioridade no momento é garantir a segurança e a saúde da bebê enquanto as autoridades conduzem o caso.

Se você deseja contribuir com fraldas, roupinhas, fórmula e produtos de higiene, pode buscar a Maternidade do Hospital Geral do Promorar ou falar diretamente com a enfermeira obstetra Ana Cláudia Resende.

O Conecta Piauí entrou em contato com a Fundação Municipal de Saúde (FMS), que decidiu não se pronunciar sobre o assunto e disse que o caso já foi encaminhado para a polícia e ao conselho tutelar.

Comente