Conecta Piauí

Notícias

Colunas e Blogs

Outros Canais

CNN aponta Fábio Novo como favorito para vencer as eleições em Teresina

O canal de notícias coloca Teresina como a capital em que a eleição está mais polarizada no Nordeste
Redação

A CNN divulgou, na madrugada deste sábado (06/07), matéria em que aponta o deputado Fábio Novo (PT) como favorito para vencer as eleições deste ano, em Teresina.

O canal de notícias coloca Teresina como a capital em que a eleição está mais polarizada no Nordeste, no caso, pela disputa entre o deputado Fábio Novo (PT), que soma 42% das intenções de votos, e do ex-prefeito Sílvio Mendes (União Brasil), que tem 38%. 

Os dois pré-candidatos, Fábio Novo e Sílvio Mendes, abarcam, portanto, 80% do eleitorado, sendo que Fábio Novo tomou a dianteira e vem numa tendência de crescimento, já que saiu de 6%, registrados em janeiro de 2023, para acima dos 40%, atualmente. Neste mesmo período, Sílvio Mendes caiu dos 68% que tinha no início de 2023, para abaixo dos 40%, nas pesquisas mais recentes.

Foto: ReproduçãoFábio Novo e Silvio Mendes
Fábio Novo e Silvio Mendes

Em parceria com o instituto Ipespe Analítica, a CNN fez uma reportagem avaliando os cenários em sete capitais brasileiras. O estudo é denominado Agregador de Pesquisas Índice CNN, e considera levantamentos feitos por diversos institutos de pesquisas Brasil afora. A CNN coloca a capital piauiense como uma das que terão disputa acirrada, com a diferença entre os pré-candidatos ficando abaixo de 10%, nas pesquisas. 

Além de Teresina, também foram consideradas capitais com a disputa acirrada São Paulo, Manaus, Porto Alegre, Belém, Cuiabá e Porto Velho. A análise feita pela CNN, em Teresina, confirma o que os institutos de pesquisa piauienses vêm apontando.

Na semana passada, o Instituto Credibilidade apontou Fábio Novo com 45,80%, enquanto Sílvio fica com 40,38%. Já o Instituto Consulte trouxe Fábio Novo com 41,8% enquanto Sílvio Mendes fica com 36,1%. Já o Instituto Intenção apontou Fábio Novo, com 44,63%, e Sílvio Mendes com 41,50%

Comente